Santa Casa da Misericórdia de Tarouca

Rua de S. Miguel - 3610-143 Tarouca

Telef: 254 679 410 email: santacasatarouca@mail.telepac.pt

Horário de Funcionamento dos Serviços Administrativos:

Segunda a Sexta: 09h30 às 12h30 e 14h00 às 18h00

Sabado: 09h30 às 12h00

© 2015 Santa Casa Misericórdia Tarouca

O Provedor,

 

 

 

Rui Raimundo

 

Misericórdia… Ao Serviço de Homens e Mulheres

 

    Há muitos séculos que aceitamos que o Ser Humano deve ser colocado no centro de todas as preocupações e que nada deve colocar em causa o seu bem-estar e a sua dignidade. Hoje, se observarmos com atenção, podemos afirmar que o Homem perdeu a sua centralidade.

São muitos, os Homens e Mulheres, que vivem da caridade, de uma ajuda a que chamamos de apoio e inclusão social e por maior que seja a generosidade que exista em cada um destes atos, não podemos deixar de nos questionar sobre a dignidade humana.

        A Santa Casa da Misericórdia de Tarouca deverá ter como maior propósito a recuperação desse conceito de centralidade do Homem, como elemento de toda uma comunidade, como núcleo central de uma sociedade cada vez mais materialista.

       Para perseguir tal missão a Santa Casa da Misericórdia de Tarouca conta com o seu maior património, os seus colaboradores. Homens e Mulheres que diariamente colocam em prática conceitos teóricos como solidariedade, inclusão social e igualdade, e assim, colocam as pessoas em primeiro lugar.

       Os funcionários desta Instituição são assim os grandes obreiros de uma sociedade mais justa e melhor, o trabalho que desenvolvem não é feito apenas de rotinas diárias e programadas, e é fora de cada uma dessas mesmas tarefas que o seu desempenho tem um valor maior.

      O sentimento de carinho que transmitem com aqueles a quem prestam cuidados, a festinha de afeto que permite arrancar um sorriso a quem raramente tem um mimo, a capacidade de ouvir e aconselhar os que precisam de companhia e se sentem desamparados, a paciência para ouvir desabafos e depois oferecer uma palavra de conforto, são tarefas diárias que não estão incluídas nos seus contratos de trabalho, são funções que realizam e que ninguém pode pagar. São eles que abrem a porta da felicidade para muitos dos nossos hóspedes (utentes), são eles a família e a companhia de muitos.

      É esta a definição dos colaboradores, bem como de todos os voluntários da Santa Casa da Misericórdia de Tarouca, homens e mulheres que fazem do ser humano o núcleo central.

Os Órgãos Sociais deverão preocupar-se em criar respostas eficientes e atempadas, constantes e com qualidade aos problemas sociais da comunidade, garantindo assim o reconhecimento da Santa Casa da Misericórdia pelos seus parceiros, cidadãos, empresas, Autarquia e Estado como uma instituição credível e de referência.

    Os dias de hoje demonstram-nos que é impossível tipificar todos os problemas sociais que existem na comunidade e assim muitas das respostas desenhadas não oferecem uma verdadeira solução. O maior desafio para quem gere uma IPSS é identificar e, com rapidez, encontrar resolução para um conjunto de problemas sociais atípicos, e que precisam de tratamentos específicos e de decisões que têm de ser rápidas e assertivas.

    Neste contexto, os Órgãos Sociais devem preocupar-se em encontrar parcerias junto dos Irmãos desta Instituição e de toda a comunidade, fazendo de cada Irmão e cidadão um homem ou mulher que um dia pode ser parte da solução, contando com cada um de vocês na vida ativa desta Misericórdia.

 

Todos não seremos suficientes, mas juntos faremos a diferença.